Sobre

Frederico de Castro

Biografia: Nasci em Bolama antiga capital da Guiné Bissau em 1961, ano de boa “safra” e“colheita” ainda melhor! Foi também esse ano que marcou o inicio do fim do império colonial português. Há 53 anos pois , vivenciei alguns dos momentos marcantes de todo o processo de descolonização e da luta de libertação dos povos africanos, da Guiné-Bissau a Moçambique, passando por S.Tomé, Angola e Cabo-Verde, onde junto com a família senti desde muito cedo o amargo sabor do exílio forçado depois de tantos anos deixar em solo africano mais que as saudade, os cânticos sublimes do amor, do saber e de uma esperança que hoje ainda me legitima.A poesia vem confirmar a lei sem lei na autenticidade das palavras nunca escravas, livres, e soberanas com que entusiasmado nos fala não só de África…mas sobretudo do amor…com amor! Resido em Portugal desde 1982, onde concluí o ensino secundário e onde depois alguns avanços e recuos encontro por fim na poesia todo o romantismo latente como “arma” com que desbravo os estados do meu ser sentido...sentindo na matriz musical do kissange ou na sensualidade da marimba quais intemporais marrabentas perdidas nas tardes trajadas de mornas e coladeiras refinadamente emocionadas e saudosas na terra distante que o viu partir…até um dia quem sabe finalmente adormecer, toda a paz no canto dos meus silêncios.

Ver perfil completo

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s