Presumivelmente implicado

Vestem-se as brisas matutinas com perfumes
Decantados naquele desnudo sorriso onde se
Aconchega a luz amena colorindo o languido olhar
Apalavrado neste fascinante momento conceptual

Tantas imagens deixei saudosas perambulando nas
Prateleiras da minha memória mais sorrateira lambendo
Os beiços às solidões que reverberam arrulhando todo
O pranto declamado neste verso que só teus beijos temperam

Visto-te com carinhos adocicados revivendo cada pegada
Onde pernoitámos frutíferos e implicados
Presumivelmente até obcecados errando pelo mundo
Em vagas de silêncios delirando codificados

Deixo para a posteridade muitos dilatados abraços e tantos
Sufragados beijos acalentados até que se inflamem todas as
Paisagens estocadas na tela artística do tempo ressacado desfazendo
Os labirínticos dias ramificados na latente e afrontada demência
Desta minha linguística embarcando em ti com acirrada eloquência

FC

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s