Antes do tempo

Escorre a madrugada por entre as mãos
Do silêncio e nós unidos pelo amor alinhamos
Todas as estrelas que sapateiam de alegria
Calcorreando todas as galáxias de felicidade
Onde avisto a noite trajada de euforia e cumplicidade

Percorro todas as fronteiras antes do tempo findar
Idealizando um horizonte onde cerco com abraços
A solidão inapelável erguida entre barreiras deste
Silêncio frondoso e quase inviolável

Deixo a agradável caligrafia dos meus sonhos
Romper a mescla de sabores mais libertinos
Recreando cada prazer degustado além fronteiras
Anseio meu fervendo num ímpeto de desejos propícios
Sugando cada palavra brotando resignada e vitalícia

Anuncia-se um novo dia assim que nasce o inciso
Verso esfomeado alimentando cada artéria do amor
É viçoso este desejo parindo todas as seduções poéticas
Povoando a vida assim impetuosa e frenética

Sem revezes é tempo de novos começos
Gargalhadas unânimes temperam a esperança
Desenhada num abraço que perscruta a
Perseverança planando em cada exaltação
Atapetada num cálice aliado ao amor e gratidão

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s