Alado além…

Dilata-se o tempo transitando na amplidão
Do espaço soberano
Brisa de uma aragem fresca alimentando
A luminosidade passageira e virtual
Inacessível momento desabrochando na
Via-láctea brilhando…brilhando fenomenal

Fiquei num jeito calado assim que partiste
O perfume das flores deixaste-me inocolado
Após o dia que se foi além alado
Aceno de um adeus agora sepultando
Aqui e ali as memórias encurraladas
Depois de tantos tantos sonhos desvelados

Vou para longe o mais longe possível onde
A saudade me guarde as lembranças plausíveis
Secando toda a lágrima caindo desajeitada pelo
Dorso do silêncio volúvel e irreversível

Semeei à luz mortiça dos meus pensamentos
A chama mais ígnea que me enfeitiça
Deixo uma ilusão de palavras ternas no anonimato
Da vida que viceja preciosa despertando inusitada
Na estrondosa gargalhada castiça e espevitada

FC

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s