Para sempre…

Sem embaraços imprimo teu sorriso que
Tropeça em mim
Ergo teu olhar melancólico pronúncio de uma
Gargalhada que virá comprometida, lírica e eufórica
Onde se consome até o tempo num milagre de vida
Enfeitada de sonhos folclóricos

Quero iludir a noite que chega de rompante
Enfeitar-te o olhar com um manto de palavras
Adocicadas e estonteantes
Essência implícita na perfumada manhã
Que depois desponta magnifica e aconchegante

E sempre que a noite se converter a meu pedido
Ilustro toda a amargura implícita na desencantada
Esperança que ainda desfruto e decanto em palavras
Absurdas ensurdecedoras e requintadas

Sou somente o destino que escrevo deixando no
Tempo ecos charmosos que vagueiam no vento
Nuvens de sonhos consolativos untando cada sombra
Vadia comparecendo ante nós crepitando imperativa

Nasce um novo dia e nele me conforto deixando
Um buquê de palavras perfumadas para emoldurar
O leito do silêncio onde injecto cada verso costurado
Na mais fina rima que encontro para te celebrar

FC

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s