Entardecendo…

O dia se esvaziou
Está no seu fim…e a noite então
Se apronta, ornando cada sombra
Que se esvai pela escuridão dos silêncios
Fico eu mais só à varanda do tempo
Espreitando esta dádiva da vida
Renovada…dia após dia…

E quando amanhã se aprontar
O novo alvorecer
Deixarei que goteje a luz em ilusões
De feéricas eternidades
Alimento do fenomenal crepúsculo
Que se avizinha
Entoando canções perfumadas
Com gentis e renovadas musicalidades

E cada amanhecer virá
E cada noite da noite festejará
Este meu sonho sofisticado
Até que o dia desponte frágil e delicado
Para um novo rumo de vida que a vida celebrará
Pintando cada pétala de amor brotando aqui e acolá
Em lágrimas louvando a suculenta luz que só tu e eu
Sabemos quem compartilhará

E enquanto a lua apronta seus raios notívagos
Deus deixa a sinfonia da criação salpicar todos
Os silêncios trazendo à tona os ecos e instintos da
Nossa existência…certificado do Seu amor
Por cada um de nós bordado num entardecer
Excepcional, inexplicável…espirrando magistal
FC

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s