Acto de inocência

a Nick Webb guitarrista de eleição…

Escorre o vento desfolhando a alma
toda ela é meu fôlego
todo eu sou apenas
espectro na voragem do tempo
que desencadeia emocionantes
sussurros
surpreendentes e sôfregos
acordes cordialmente embebidos
no dedilhado sorriso que tua
guitarra patenteia

Ali deixo escorrer entre os dedos
o acutilante silêncio
O cântico requintado no sabor
dos dias festejados em poesia
dos tempos que sobrevivem
na rebeldia póstuma de uma
lembrança que agora eclodia

Contorno ávido todas
as metafóricas existências
Experimento emergir
entre sorrisos confidentes
Sustento o sustenido e quase
faminto arpejo orquestrado
e desenhado à luz que mendigo
descontente…desconcertante
rompendo de rompante
todas as solidões
que ficaram pendentes, estonteantes

Nesta longa viagem simplesmente
rumarei à clandestinidade
Repousarei entre tenazes memórias
vestidas de melancolia
esboroando quietamente as palavras
irreverentes…encapuçadas pela doçura
vagabunda de tantos abraços coniventes

FC

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s