Voar além do além

 

Elevar o pensamento
Deportar a alma
Para lá do firmamento
Conhecer a magnitude
Dos céus rastejando em cada
Nuvem trajando uma fiel e
Silenciosa quietude

Ausentar-me em cada fuga
Pelo silêncio
Escancarar o tempo que
Habita em mim
Remendar a dor que viaja
Pelo espectro da insanidade
Dando asas ao crepúsculo
De uma prece consumida
Com voracidade

Voar, voar
Ir além do além
Rasgando as entranhas
Dos céus
Buscar a silhueta da existência
Corpórea , quântica
Namorando a saudade da osmose
Que destilo gota a gota no recato
Do meus silêncios em plena apoteose

O horizonte demarca-se
Quebrando todas as latitudes
Universais
Liberta -se dando asas à alma alinhada
Nas avenidas etéreas dos sonhos
Descomunais…voando, voando além
Do além, pontapeando para sempre a
solidão fertilizada pelos desígnios da vida
que vivi de forma tão passional

FC

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s