Sintonia dos sinónimos

 

Visto com caricias os dias de Outono

Retrato o tempo numa alvorada nascendo

de mansinho num vai e vem

juntinho ao aconchego dos teus braços

num fôlego mordendo nosso arguto

olhar em sintonia…rimando cada sinónimo

de prazer com um eterno desassossego em  euforia

 

Resisto ao silêncio doando os cânticos

e os ecos que enfeitam meus dias

tão drásticos…em vão

Contorno tua sombra onde vislumbro

a languidez da manhã se espreguiçando

pra nós

enrolada nos lençõis deste desejo

tatuado num eterno memorando

 

É tempo de enxugar as lágrimas

declamar felizes todos os versos

urrando apressados no labirinto

das tuas pegadas

É tempo de expor o tempo entre

tantas alegrias empolgadas

Sentir o rendilhado das nossas cumplicidades

entre palavras e emoções em ti afagadas

 

Devolver à noite a máscara de cada sorriso

onde pernoitamos ao sabor da rubra tarde

estival onde o dia se fez adeus

e nós quase esquecidos

sussurramos ao beijo audacioso

ministrando o amor em doses

de carinho tão precioso

 

Na lavoura de Outono plantamos

nossas paixões e conexões

despindo a safra dos desejos

regada com saborosos versos

colhidos no tempo de festejos

desaguando nas ruas e monotonias

de Outono onde sancionamos

as alegrias partilhadas em toda

a minha estereofonia

FC

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s